5.-NÍVEL DE ESTOQUE DE PRODUTOS PROMOCIONAIS ESTÁ CORRETO

Apesar da velocidade necessária às ações promocionais, as lojas devem procurar, dentro do possível, ajustar seu estoque de produtos em promoção. Seria perda de tempo e de dinheiro o consumidor não encontrar, na loja, os produtos que estamos anunciando. Caso esta situação ocorra, eventualmente, a loja deverá providenciar, imediatamente, o suprimento do produto junto ao fornecedor ou ao depósito central. Por outro lado, procurar superestocar produtos promovidos, com a desculpa de "prevenir faltas" , além de complicar a disponibilidade para outras lojas, prejudica o giro daquela loja "super prevenida"..

É preciso acreditar no potencial de vendas das ações promocionais, imaginando-se um crescimento de vendas de "x" % sobre os níveis normais, ao se fazer o pedido inicial. Depois, será necessário acompanhar o comportamento dos clientes para efetuar reforços, ou não. De- ve-se manter registros com as vendas normais do produto e sua venda em promoção, para avaliar sua eficácia e, também, como parâmetro futuro deste mesmo produto.

O importante é que se consiga ajustar o estoque à uma expectativa realista de vendas, durante o período promocional, de modo a se evitar a falta de produtos (ou perda de vendas) e o excesso de estoque (ou custo financeiro, a ser agregado ao custo do produto).

Próxima dica ..............................................................................................................................................