19.-ACATAMENTO/LIBERAÇÃO DE PAGAMENTO COM CHEQUES ESTÁ OK.

Cheques são uma das formas mais utilizadas para o pagamento pelos clientes e, por seu volume e pelas características de operação dos bancos (que na hora "H" nem sempre honram a "garantia"), precisam ser recebidos com alguns cuidados.

Não se deve receber cheques de terceiros, a não ser que, prèviamente, exista algum convênio (formal ou informal) neste sentido, como é o caso da cheques provenientes de folha de pagamento de empresas idôneas, condomínios próximos à Loja, etc. Os cheques recebidos devem ser personalizados, devendo o cliente apresentar o cartão do Banco e, em caso de dúvida, também a identidade. Os limites de garantia devem ser respeitados, com exceção apenas para aqueles clientes tradicionais e conhecidos. Não podem ser prèviamente preenchidos, e a assinatura deve conferir com a letra do preenchimento do corpo deo cheque. Só devemos fazer exceção a esta norma para clientes conhecidos e de mais idade, que, por dificuldade de escrever, às vezes assinam os cheques em sua casa. Os condomínios próximos à loja, que adquirem produtos de limpeza e alimentos para funcionários, devem ser cadastrados, esclarecendo-se quais são os funcionários que podem efetuar compras com cheques assinados pelo síndico.

Assinaturas "desenhadas" devem dar origem à consulta para um colega mais experiente, ou quando for o caso, ao serviço de verificação de cheques, do tipo SPC, Telecheque, Serasa e outros, como muitos dos que já operam nas principais cidades.

Por outro lado, a par destas precauções para não sermos prejudicados por uma minoria desonesta, existe uma maioria dos clientes que não gosta de todas estas normas, considerando-as "provas de desconfiança" da loja para com eles. É preciso ter muita habilidade e, realmente, não aplicar todas estas normas coercitivas de modo indiscriminado, especialmente para os clientes tradicionais da loja..

É a vantagem de um dos procedimentos aconselhados para resolver este tipo de problema o cartão de CLIENTE PREFERENCIAL, que libera o pagamento de cheques diretamente até pela operadora (dentro de limite prèviamente estabelecido), sem necessidade de consulta a ninguém. Este cartão poderá ter um valor limite, fixado em salários mínimos ou em um padrão monetário criado pela própria empresa, até o qual não será necessário aprovação adicional.

Outros preferem criar o acatamento prévio de cheques, transferindo a demora dos check-outs para um balcão de atendimento prévio e tentando diminuir congestionamento e filas. Os diversos sistemas possuem pontos positivos e negativos. A empresa é que precisa avaliar todas as alternativas e escolher a que mais lhe convier. Mas é sempre bom lembrar que os maus pagadores e vigaristas costumam encontrar caminhos criativos para lesar a loja, por mais rigor que possamos utilizar para o recebimento de cheques.Cuidado, portanto, para não complicar demais. Pode-se acabar espantando o bom cliente, sem evitar o logro do vigarista...

............................................................. ... ....... ... .... .. . ...... . ....... . .............................. ... . ......... . ...